Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Notícias e Eventos

Cooperja e Agrize apresentam oportunidade de maior rentabilidade através do uso de drones

19/12/2019

Uma nova opção em sistemas de proteção de cultivo chega à Jacinto Machado e região. A pulverização agrícola agora também poderá ser realizada por meio de aeronaves remotamente pilotadas, os populares drones.

A Cooperja se uniu à Agrize, startup joinvilense que atua com o serviço de proteção de cultivos, para oferecer essa inovação aos seus associados e apresentou a novidade no último dia 18 de dezembro, em evento realizado no Campo Demonstrativo Cooperja (CDC).

Presente no ranking das maiores empresas de agronegócio do país, a Cooperja é reconhecida pelas suas iniciativas inovadoras e pelo compromisso de levar as melhores soluções tecnológicas aos seus associados. A essência de pioneirismo da cooperativa, que se manteve durante os seus 50 anos de história, se renova com mais esse passo rumo à Agricultura 4.0.

Para o Presidente da Cooperja, Vanir Zanatta, há alguns anos a cooperativa vem se preocupando em conhecer e trazer as novas tecnologias para o agricultor. Segundo ele, por meio de demonstrações práticas está sendo possível mostrar os benefícios dessas inovações, para que o produtor possa realmente usar todo esse potencial em sua propriedade.

“A Cooperja já vem alguns anos trabalhando nisso e acreditamos que é o caminho, é o nosso objetivo, é a nossa responsabilidade de não deixar eles ficarem no tempo, trazer eles junto com a gente para tecnologias novas e buscando com isso diminuir a exposição deles aos produtos e aumentar a rentabilidade”.

Com pouco mais de três anos de existência, a Agrize vem desempenhando um papel importante no cenário da inovação no norte do estado. Junto à Epagri, desenvolve um trabalho intenso de pesquisas e validações, a fim de estabelecer parâmetros para a pulverização em diferentes tipos de cultura, visto que ainda existem poucas empresas no Brasil – e no mundo – que utilizam tecnologias habilitadas por drones para esse tipo de operação.

Junto a outras agtechs – como são chamadas as startups que desenvolvem soluções voltadas para o universo agrícola – a Agrize busca levar mais facilidade e bem-estar ao produtor rural. Apesar de 23% do valor total da produção dos estabelecimentos no Brasil ter origem na agricultura familiar, os produtores não viram o desenvolvimento tecnológico chegar até a sua propriedade.

Igor Luduwichack da Silva, Fundador e Diretor Executivo da startup, acredita que a inauguração da unidade piloto, inaugura também uma nova fase para a agricultura familiar catarinense, que passa a contar com tecnologia de ponta nas suas atividades. “Nosso diferencial está no simples, com máxima robustez técnica e científica, aproximando o agro digital inovador de quem realmente precisa e faz a diferença”. A união do pioneirismo da Cooperja com a tecnologia ofertada pela Agrize pretende construir no estado uma nova história para o agro, baseada em tecnologia e bem-estar que se traduz em mais rentabilidade e produtividade na lavoura.

De acordo com Jonas Acordi, produtor de arroz de Sombrio, que se impressionou com o tamanho e organização do evento, a aplicação com drone é muito boa e não tem pontos negativos. “Temos que ver apenas como vão ficar os custos do serviço, porque de resto, já está aprovado. A forma de aplicação é muito boa e o serviço fica bem feito”.

A Unidade Piloto de Pulverização com Drones estará localizada nas proximidades do setor Técnico da Cooperja em Jacinto Machado. Os produtores interessados devem procurar os seus consultores técnicos, que poderão passar mais informações sobre o agendamento do serviço.

Voltar

Mais Notícias

  • 20/02/2020 AGO da Cooperja informa investimentos e apresenta resultado superior a R$ 14,7 milhões Saiba mais
  • 17/02/2020 Há 15 anos calendários da Cooperja decoram a propriedade de agricultor de Sombrio Saiba mais
  • 17/02/2020 Cooperja premia participantes do programa Avante Alta Performance Saiba mais