Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Notícias e Eventos

Com ajuda de colaboradores Cooperja faz destinação correta de produtos recicláveis em suas unidades

04/05/2021

Atitudes simples do dia a dia podem fazer a diferença e são consideradas iniciativas sustentáveis para o meio ambiente. A Cooperja com a ajuda de seus colaboradores faz a coletiva seletiva para destinar corretamente os resíduos, gerados diariamente em suas unidades de negócio.

A destinação correta além de gerar renda para catadores que sobrevivem dessa atividade, também gera economia para as empresas e diminui a poluição do meio ambiente. Através dela é necessária a conscientização dos colaboradores para a separação correta dos resíduos, em secos e rejeitos, pois cada tipo de lixo tem um processo próprio de reciclagem. E cor padrão de lixeiras para seu descarte ser correto, sem mistura de materiais.

Em todas as unidades da Cooperativa são disponibilizados para os colaboradores da limpeza, sacos de lixos com cores próprias para cada tipo de material, bem como a sinalização com placas sobre o correto descarte e a conscientização dos demais sobre a importância desta separação.

A Cooperja dispõe também da ajuda do programa 5S, que é formado por colaboradores de vários setores, que ajudam a criar a cultura da disciplina e bons hábitos de organização, cobrando dos demais atitudes corretas.

Para Hildo Martins Arcenego catador de lixo de Jacinto Machado, a atividade é a principal renda da família. “Há 16 anos recolho diariamente o lixo produzido pelas unidades da Cooperativa aqui do centro. Agora com a separação, ajuda ainda mais nosso trabalho de seleção dos materiais para poder dar o devido descarte para venda”, explica Arcenego.

Para o gerente da filial da Loja agropecuária de Santo Antonio da Patrulha/RS, Sandro Schvarstzhaupt a iniciativa já gera bons resultados em sua região. “Na Loja iniciamos o descarte dos resíduos utilizando o sistema de cores, para que sejam separados de forma correta, facilitando o trabalho e minimizando os riscos para quem realiza a coleta. É um desafio para toda a equipe, contudo, todos estão se mostrado comprometidos a adaptar-se aos novos hábitos. Temos a parceria na coleta do senhor Gilson Baratieiri aqui da cidade, que todo recolhimento ajuda no sustento de sua família”, explica Schvarstzhaupt.

 

 

Voltar

Mais Notícias

  • 13/10/2021 Cooperja é a primeira Cooperativa do Brasil a conquistar certificação em excelência no tratamento em sementes Saiba mais
  • 06/10/2021 Cooperja chega em São José dos Ausentes com a 14º loja agropecuária Saiba mais
  • 06/10/2021 Cooperja participa de dia de campo na Copérdia Norte Saiba mais