Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Acesso Associados

Quem Somos

Somos uma cooperativa do sul de Santa Catarina com quase 50 anos de história, referência em agronegócio e que prospera em movimento.

Indústrias, lojas agropecuárias, posto de combustível e supermercados fazem a Cooperja ser sólida e empreendedora, e o nosso segredo está na união entre os associados.

MISSÃO DA COOPERJA

Através do cooperativismo, promover o desenvolvimento econômico das comunidades onde atua com responsabilidade socioambiental.

VISÃO DA COOPERJA

Ser reconhecida como a melhor opção de negócios em todos os segmentos que atua.

Histórico

  • Fundação 1969

    A Cooperja surgiu em 30 de agosto de 1969, quando um grupo de 117 agricultores se reuniu e realizou uma Assembleia Geral, no Salão Paroquial de Jacinto Machado. O maior incentivador foi o engenheiro agrônomo Joaquim Pedro Coelho, e o objetivo era solucionar problemas de aquisição de insumos, armazenagem e comercialização da produção agrícola da região.

  • Anos 70 1970

    O beneficiamento do arroz se iniciou na década de 70, antes dos vendavais de 1974 e 1979, que destruíram a sede da Cooperativa.

  • Anos 80 1983

    A Cooperja foi reerguida e deu seu grande salto em 1983, quando lançou no mercado a marca Arroz Pinheirinho, que mais tarde mudou o nome para Arroz Caçarola.

  • Anos 90 1990

    Na década de 90, a Cooperja passa realmente a ter significado econômico expressivo para a região do extremo sul catarinense, fornecendo semente de arroz a seus cooperados, além de receber maracujá de produtores da região.

  • Anos 90 1992

    Teve início a sua expansão na área de atuação, passando a atuar no norte do Rio Grande do Sul. Em 1992 a Cooperja inaugura seu primeiro supermercado, em Jacinto Machado, e no ano seguinte deu início ao processo de informatização das rotinas administrativas, comerciais e contábeis.

  • Anos 00 2001

    Em 2001, o recebimento de arroz ultrapassou um milhão de sacas, e em 2002 surge a farinha de arroz Caçarola. Neste mesmo ano a Cooperja recebe o "Prêmio Ser Social", pelas diversas ações sociais que realizou. A fundadora da Pastoral da criança, Zilda Arns foi quem entregou a honraria.

  • Anos 00 2007

    Desde 2002 a Cooperja é a cooperativa que mais recebe arroz em Santa Catarina, e em 2007 foi inaugurada a primeira loja agropecuária no Rio grande do Sul, na cidade de Morrinhos do Sul.

  • Anos 00 2008

    A Cooperja recebeu o prêmio TOP BGA, da Bolsa de Gêneros Alimentícios do Rio de Janeiro. Este mesmo ano foi marcado pelo recebimento recorde de cerca de 3 milhões de sacas de arroz, além da conclusão da Unidade de Beneficiamento de Arroz de Santo Antônio da Patrulha (RS).

  • Anos 10 2010

    A Cooperja novamente foi eleita pela Revista Exame uma das 400 maiores empresas de agronegócios do país, e a 8ª melhor empresa de grãos. O Arroz Caçarola esteve no ranking das marcas mais lembradas pelos supermercadistas do nordeste. Para completar, a Cooperja ampliou sua rede e inaugurou mais uma Loja Agropecuária, agora em Três Cachoeiras (RS).

  • Anos 10 2011

    A Cooperja inaugurou a Loja Agropecuária de Santo Antônio da Patrulha (RS). Também efetivou a participação das mulheres do dia a dia da Cooperativa, com os Núcleos Femininos, e recebeu o Certificado de Responsabilidade Social, concedido pela ALESC.

  • Anos 10 2012

    Em 2012 a Cooperja inaugurou uma Loja Agropecuária na Quarta Linha, em Criciúma, e um Posto de Combustível em Jacinto Machado. Mais uma vez esteve entre as maiores empresas de agronegócio do país, segundo a Revista Exame. Também implantou um novo sistema de informação, integrando todas as suas unidades.

  • 45 anos 2014

    Um marco importante para a Cooperativa. No ano em que ela comemora 45 anos, seu maior evento (CDC - Campo Demonstrativo Cooperja) chega à décima edição. Ainda em fevereiro, a Cooperja foi a 1ª colocada no Prêmio Mérito Econômico, concedido pela Prefeitura Municipal de Jacinto Machado às empresas que mais contribuem para o retorno de ICMS.

  • Anos 10 2015

    Em 2015 inaugurou um novo Supermercado em Praia Grande, amplo e moderno. Mais uma vez foi a 1ª colocada no Prêmio Mérito Econômico, concedido pela Prefeitura Municipal de Jacinto Machado. Lançou o Projeto Semeador Cultural, onde leva a Peça “Arroz e Feijão em: Colapso no Sistema”, gratuitamente, para os municípios da AMESC e AMREC.

Diretoria

Conselho
Administrativo

Vanir Zanatta
Antonio Moacir De Noni
Vilmar Valdati
Valmir Manoel Savi
Luiz Carlos Possamai Della
José Haroldo Cadorin
Marcos Cardoso Martins
Rosangela P.Fregulia da Silva
Edson de Bitencourt Pereira

Conselho
Fiscal

Antônio Vuollo Magenis
Sérgio Luiz Duzioni
Jurandir Tadeus dos Santos
Luiz de Lima Cardoso
Claudionor Schmidt Bozello
Fernando Francisco Barboza

Sustentabilidade

O beneficiamento de arroz é carro-chefe da cooperativa. Depois de recebido, o arroz em casca é armazenado, beneficiado e comercializado em vários estados do país. A indústria da Cooperja respeita o meio ambiente e a comunidade a qual está inserida:

  • A fumaça que sai dos fornos passa por uma galeria onde recebe um tratamento para retirar a fuligem e sai em forma de vapor.

  • A indústria participou do Programa Produção mais Limpa e Balanço de Massa, realizado em convênio com a Ocesc.

  • A Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) possibilita que a água utilizada nos tanques de enxarcamento se transforme em potável e volte de forma intacta à natureza.

  • Todo o papel utilizado na indústria é reciclado e o excesso de casca de arroz é usado pelo produtor para cama de aviário (fertilizante natural);

  • A cinza, resultado da queima de parte da casca, é levada de volta às lavouras como importante nutriente para o solo.

PROJETOS
SOCIAIS

Projetos focados em responsabilidade social, norteados pelo cooperativismo e que tornam a vida da população muito melhor em vários aspectos como respeito ao ser humano, ética, preservação ambiental, valorização pessoal e econômica, bem estar e sustentabilidade.

  • Encontro de Mulheres Cooperja Encontro de Mulheres Cooperja

    O objetivo do evento é trabalhar a liderança feminina dentro do mundo cooperativo.
    O evento traz palestras e reflexões a respeito do papel da mulher na sociedade referente ao lema do cooperativismo, despertando seu lado empreendedor no sentido profissional e valorização pessoal da mulher, dando oportunidade para a descoberta de um novo olhar na atuação da mulher cooperativista.
    Todos os anos realizamos um encontro temático, que sempre recebe um diferente nome de flore a cada edição.

  • Programa Cooperjovem Programa Cooperjovem

    É um programa desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP),órgão vinculado à Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC), com objetivo de disseminar a cultura da cooperação, baseada nos princípios e valores do cooperativismo, por meio de atividades educativas. 
    Atende professores e alunos do ensino fundamental de escolas públicas municipais e estaduais, visando o desenvolvimento integral dos educandos e preparando-os para a cidadania.
    A Cooperja tem a parceira com 3 escolas: 
    EEB Abel Esteves de Aguiar – Cachoeira/Praia Grande
    EMEB Albino Zanatta – Bairro Gávea/ Jacinto Machado
    EEF Imaculada Conceição – Serra da Pedra/ Jacinto Machado

     

  • Núcleo Feminino Cooperja Núcleo Feminino Cooperja

    O objetivo é integrar a mulher cooperada e as esposas de sócios na cooperativa, dando oportunidade de crescimento pessoal e profissional dentro do meio cooperativo.
    A Cooperja possui 3 núcleos femininos e tem 70 participantes.
    A formação começou em 2011 nas regiões de Pinheirinhos e Tenente, em Jacinto Machado, sendo que passaram pelo Programa Mulheres Cooperativistas em 2014. Em 2016 tivemos mais um grupo de mulheres que realizaram o programa, moradoras das regiões de Praia Grande e Jacinto Machado.

     

  • Ação Social Ação Social

    Baseada no 7º princípio do cooperativismo, “interesse pela comunidade”, todos os anos a Cooperja faz uma ação social oferecendo um dia de cooperação e interação, voluntariado em comunidades da região onde tem área de atuação. 

Prêmios

  • PRÊMIO LOREM IPSUM 2016
    PRÊMIO LOREM IPSUM 2016

    Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

  • PRÊMIO LOREM IPSUM 2015
    PRÊMIO LOREM IPSUM 2015

    Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

  • PRÊMIO LOREM IPSUM 2014
    PRÊMIO LOREM IPSUM 2014

    Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

  • PRÊMIO LOREM IPSUM 2010
    PRÊMIO LOREM IPSUM 2010

    Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

  • PRÊMIO LOREM IPSUM 2001
    PRÊMIO LOREM IPSUM 2001

    Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

Seja um
Associado

QUEM PODE SE ASSOCIAR?

Poderão associar-se à COOPERJA, salvo se houver impossibilidade técnica de prestação de serviços, qualquer pessoa que se dedique a atividade agrícola ou pecuária, por conta própria, em imóvel de sua propriedade, ou ocupado por processo legítimo, que possa dispor livremente de si e de seus bens, concorde com o presente estatuto, e que não pratique outra atividade que possa prejudicar ou colidir com interesses ou objetivos da sociedade.

DIREITOS DOS ASSOCIADOS

O associado tem direito à:

a) Tomar parte das assembléias gerais, participar das decisões que nelas se tomarem, votar todos os assuntos que nela se tratarem, ressalvados os casos previstos no artigo 25º;

b) Propor ao Conselho de Administração e a assembléia medidas de interesse da Cooperativa;

c) Votar a ser votado para todos os cargos eletivos da cooperativa, salvo se tiver estabelecido vínculo empregatício com ela, caso em que só o readquirirá após aprovados as contas do exercício em que se deu o desvínculo;

d) Demitir-se da sociedade quando lhe convier;

e) Realizar com a cooperativa todas as operações, objeto de sua filiação;

f) Solicitar por escrito, quaisquer informações sobre os negócios da cooperativa e, antes da assembléia, consultar na sede da sociedade os livros e peças do balanço geral;

g) Participar de todos os grupos, comitês ou comissões, criados no meio social da cooperativa.

DEVERES DOS ASSOCIADOS

O associado tem o dever e obrigação de:

a) Subscrever e integralizar as cotas partes do capital nos termos deste estatuto e contribuir com as taxas de serviços e encargos operacionais que forem estabelecidos;

b) Cumprir as disposições da lei, deste estatuto, decisões da assembléia geral e, respeitar as deliberações do Conselho de Administração;

c) Satisfazer seus compromissos para com a cooperativa, dentre quais, o de participar ativamente da sua vida societária e empresarial;

d) Concorrer com o que lhe couber, na conformidade das disposições deste estatuto, para cobertura das despesas da cooperativa;

e) Prestar à cooperativa todos os esclarecimentos relacionados com as atividades que lhe facultaram sua filiação a cooperativa;

f) Zelar pelo patrimônio material e moral da cooperativa, colocando os interesses da sociedade acima dos individuais e, denunciar qualquer atitude existente contrária aos interesses da cooperativa por parte de dirigentes, associados ou terceiros;

g) Participar do rateio de perdas, sobras ou despesas na proporção direta da sua realização.

Obs: As diretrizes que regem questões ligadas aos associados estão definidas no Estatuto Social da empresa, sendo o Capítulo III destinado a este sentido. Caso você tenha interesse em saber quais as regras definidas, vá a home do site e entre na opção Estatuto Social.